Futebol do Povo

Opinião: Novo modelo do Campeonato Cearense é acertado e benéfico para todos

3673 7

Reunião na Federação Cearense de Futebol definiu modelo do Estadual 2019. Foto: Pedro Chaves/FCF.

A oficialização da escolha da nova fórmula de disputa do Campeonato Cearense, que o Blog já havia antecipado com exclusividade, é acertada e benéfica para todos os clubes envolvidos. Sai de cena um modelo inchado, com muitas datas, que não era atrativo e contava com vários jogos desinteressantes, para a entrada de um formato mais “tiro curto”, em que cada jogo, independente da fase, vale muito.

Por entrarem só na segunda fase, Ceará e Fortaleza poderão aproveitar mais tempo no mês de janeiro para melhor realização de pré-temporada, tendo em vista que disputarão, além do Estadual, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro.

Além disso, Alvinegros e Tricolores só farão, no máximo, 11 partidas no Estadual, isso caso cheguem a final. Calendário otimizado é significativo para quem terá muitos jogos e competições pela frente, sem falar que diminui a quantidade de jogos em que os clubes terão prejuízo.

Aos times menores, o formato também possibilita uma chance mais justa de lutar contra o rebaixamento, já que não terão que enfrentar Fortaleza nem Ceará na primeira fase. Os outros oito clubes disputarão o rebaixamento entre eles próprios, não havendo eventual desvantagem para quem tivesse que encarar os dois gigantes do Estado fora de casa. Por isso a mudança também é benéfica para eles.

O único ponto baixo do novo modelo é que, ainda em 27 de janeiro, dois clubes já estarão rebaixados e eliminados da disputa. É evidente que para estes o certame não será positivo. Mas esse elemento aumenta a necessidade de pontuação dos oito times que disputarão a primeira fase, garantindo maior relevância em cada confronto.

No geral, o Estadual 2019 promete uma disputa menos inchada, mas com jogos mais importantes e atrativos, que terão maior relevância aos olhos do torcedor.

Recomendado para você

7 Comentários

  • Leo Vidal disse:

    Respeitem o campeonato estadual!
    Um campeonato de respeito se dá com direitos iguais a todos os participantes, sem privilégios. Vergonhoso!

  • GABRIEL DIAS disse:

    UM CAMPEONATO CHEIO DE FALCATRUAS TENDENCIOSAS PARA BENEFICIAR NOVAMENTE O TIME DO IMUNDO CANAL, COM ARBITRAGENS CATASTRÓFICAS E TJD SUJO DE URUBUS.
    SAUDAÇOES TRICOLORES!

  • Marcelo Neto disse:

    Acho que, para esses 2 clubes não encerrarem o ano tão precocemente, a Federação poderia, a partir de 2019, colocá-los para disputarem a Série B do estadual ainda em 2019.

  • Marcello Rocha disse:

    Benéficopara todos? Você mesmo disse que doia times (cerca de 80 profissionais) ficarão desempregados em menos de 1 mês. Fórmula ridicula. Agora outros problemas sérios, de falta de competitividade, jogos sem importância, prejuízos financeiros, etc. Você só pode estar de brincadeira em dizer que foi acertada e benéfica. Faça um serviço ao nosso futebol, e não um desserviço, por favor. Melhore.

  • Osvaldo disse:

    Resumo: Fortaleza e Ceará trataram os clubes menores do estado do mesmo jeito que Flamengo, Corinthians e os demais tratam os 2. Depois não venham reclamar de cotas de TV baixas, falta de visibilidade, etc.

  • Tiago disse:

    Pra falar a verdade o Cearense já deu o que tinha que dar. Só apoio o Vozão jogar pq amarraram as vagas da Copa do Brasil e do Nordestão, se não fosse isso colocava a molecada pra jogar e pegar marra.

  • Sergio disse:

    Ridiculo esse comentario. Regulamento benefico apenas pra Ceará e Fortaleza, que ja entrao sem risco de serem rebaixados… podem ser campeões com metade dos jogos das outras equipes… injusto e ridiculo

\

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove + oito =