Radar do Comércio

Cariri tá na moda: live apresenta coleção de Ronaldo Fraga com alunos do Senac

Cariri tá na moda: encontro terá bate-papo sobre processo criativo e planejamento da coleção (Foto: Augusto Pessoa)

No dia 23 de junho, o Senac Ceará promove uma live para apresentar a collab do estilista Ronaldo Fraga com os alunos do Senac que irá abrir a 51ª edição da São Paulo Fashion Week, que deu origem à coleção Terra de Gigantes. A transmissão acontece a partir das 20 horas no canal do YouTube do Senac Ceará. O fio condutor do trabalho do estilista é a cultura do Cariri cearense, com inspiração nos Museus Orgânicos, projeto desenvolvido pelo Sesc Ceará em parceria com a Fundação Casa Grande.

Com mediação de Beatriz Guedes, consultora de moda do Senac Ceará, o evento online conta com a presença de Alemberg Quindins, gerente de cultura do Sesc Ceará; Ariane Morais, instrutora de moda do Senac Crato, e da aluna do Senac Crato, Ísis Xenofonte. O encontro iniciará com um bate-papo para comentar o processo criativo no planejamento da coleção, e também as relações entre as instituições Sesc, Senac, alunos e o estilista.

Na sequência, será reexibido o filme da coleção “Terra de Gigantes”, resultado do trabalho desenvolvido por Ronaldo Fraga com alunos e profissionais do Senac Ceará, jogando luz e fortalecendo a moda autoral e a cultura da região. Veja a seguir um teaser dos bastidores da produção:

Cariri como inspiração

Em momento tão difícil da história brasileira, a coleção sinaliza pontos de resistência: resistência amorosa e resistência cultural. Para Ronaldo Fraga, o Nordeste representa a grande amálgama da cultura brasileira, tendo o Cariri cearense, ao sopé da Chapada do Araripe, como epicentro. “Em ‘Terra de Gigantes’, falo sobre a miscigenação característica da região, dos filhos que são frutos das mais variadas misturas: índios Kariri, escravos, africanos malês de origem muçulmana, cristão novos e judeus fugidos da inquisição na Espanha e Portugal, uma mistura que é também a base de todo o povo brasileiro”, afirma o estilista.

Confeccionada a partir de uma única base de tecido 100% linho, a coleção traz muitos bordados e poucas estampas – ao contrário do que se espera do trabalho do estilista -, dando lugar a uma explosão de cores em referência ao multicolorido Cariri cearense.

Lançado em 2018, os Museus Orgânicos permitem um contato direto com o próprio mestre, suas tradições, família e histórias. As casas e oficinas dos artesãos são abertas ao público, revelando memórias, afetos, fotografias, vestimentas, objetos, enfim, tudo aquilo que permeia o cotidiano daqueles que transmitem o saber popular, nas mais diversas formas da arte. Com o propósito de fortalecer a área da moda e a cultura local, o Sistema Fecomércio Ceará proporciona vivências reais para os alunos, promovendo também os aspectos turísticos, sociais e econômicos do Estado.  

Clique aqui e ative a notificação para não perder a live.

LEIA MAIS | Artistas e grupos de quadrilhas juninas se apresentam em programação online de São João

Recomendado para você

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *